Beleza

O que deve ter em atenção antes de pintar o cabelo de loiro

Pintar ou não pintar, eis a questão. A Saber Viver responde às principais dúvidas que pairam na nossa cabeça na hora de decidir se pintamos, ou não, o cabelo de loiro. Acredite, não está sozinha!

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
O que deve ter em atenção antes de pintar o cabelo de loiro
© Unsplash
Ana Carvas
Escrito por
Out. 22, 2019

Do filme de 1953, protagonizado por Marilyn Monroe, Os Homens Preferem as Loiras, ao igualmente icónico álbum de Rod Stewart, Blondes Have More Fun, de 1978, o cabelo loiro tornou-se um símbolo da sensualidade feminina. Década após década, continua na ribalta como uma das cores de cabelo preferidas das mulheres em todo o mundo.

Certo é que ter o cabelo loiro é uma tendência de sempre, e isso é suficiente para justificar o seu merecido estatuto.

Mais do que qualquer outra cor no espetro da coloração capilar, requer acompanhamento, muitos cuidados e alguma atenção na hora de eleger o tom que melhor se adequa a si. É preciso ter em conta a estrutura e estado do cabelo – cabelos extremamente secos e frágeis não devem ser sujeitos a alterações que danificam significativamente os fios capilares.

Assim, para esclarecer algumas das questões mais frequentes, falámos com a hairstylist Mafalda Perfeito, que nos revelou tudo o que precisa de saber antes de optar por uma coloração em qualquer tom de loiro, e quais os cuidados para uma manutenção exímia.

Cabelo loiro? Tudo o que deve saber antes de decidir pintar

Quando surge uma súbita vontade de mudar de visual, e um corte de cabelo já não é suficiente, o loiro é geralmente uma das primeiras cores na lista das possibilidades. Mas com tantas dúvidas, cuidados e o medo que corra mal, muitas vezes a ideia acaba por ser adiada ou afastada.

Assim, sobre este dilema que atormenta tantas mulheres, há alguns critérios a pesar na balança da coloração.

Como está a saúde do meu cabelo?

“Antes de pintar o cabelo loiro, devemos ter a certeza de que o cabelo está saudável, pois o aclaramento é um processo técnico que, dependendo do objetivo e da base inicial, pode ser agressivo”, começa por explicar Mafalda Perfeito.

“Outro fator muito importante é saber se o cabelo foi ou não pintado anteriormente”, acrescenta. Isto porque, caso já tenha uma coloração permanente, é necessário utilizar um descolorante, que é, por si, mais mais agressão para os fios capilares.

Mas, se o loiro pretendido for um tom que pareça o mais natural possível, o ideal é “preservar a base natural do cabelo e trabalhar nela no processo de aclaramento”, esclarece a hairstylist.

O que é contabilizado no processo de coloração é a estrutura, a saúde e passado do cabelo, ou seja, se já foi pintado anteriormente ou não. Mafalta Perfeito esclarece que “é nas pontas, em termos de saúde, que se encontra a maior dificuldade em aclarar os cabelos, pois a raiz, desde que o couro cabeludo esteja saudável, é a zona mais resistente do cabelo.”

Por isso, se um dos fatores que a faz questionar se deve ou não avançar é a textura do seu cabelo, saiba que ser liso ou encaracolado é irrelevante para o aclaramento.

Das cores mais escuras até ao loiro

“Se tiver o cabelo preto dificilmente conseguirá chegar a loiro de uma só vez, uma vez que o preto é a cor mais escura”, adverte a hairstylist.

“Caso seja pintado, terá de ser descolorado; se for natural, primeiro será pintado com o tom mais claro possível numa base preta e logo depois descolorado”, mas a decisão será tomada dependendo sempre do tom de loiro desejado.

A descoloração capilar é o processo químico através do qual os fios capilares perdem o seu pigmento. Mas a cor da base vai sempre influenciar o resultado final da descoloração, quer no tempo quer na eficácia.

Mafalda Perfeito explica ainda que o processo de descoloração começa no vermelho e acaba no branco, “sendo que o processo será mais difícil quanto mais escura for a cor, e quanto mais colorações anteriores tiver. E isto é válido para todos os tons – preto, castanho ou ruivo.”

E se o tom pretendido for o loiro platinado?

“A dificuldade do loiro platinado é que o pigmento do cabelo terá de ser completamente removido, o que significa que, quanto mais escura for a cor com que iniciamos, e quanto mais coloração tiver o cabelo, mais difícil será atingir o platinado”, explica Mafalda Perfeito.

Para a hairstylist, atingir o tom platinado de uma só vez é praticamente irreal, uma vez que os fios capilares têm diferentes níveis de cor da raiz até às pontas, e isso sobressai ainda mais em cabelos que já tenham sido pintados.

Principais cuidados, melhores aliados e manutenção

“Os melhores aliados do loiro são principalmente os produtos de hidratação e reconstrução, como o champô, condicionador, máscara e sérum. Não esquecendo os protetores térmicos, no caso de utilizar calor”, explica.

Em relação à manutenção da cor, “depende da técnica escolhida e do crescimento do cabelo”, uma vez que há uma vasta gama de possibilidades no que ao loiro diz respeito.

Para Mafalda Perfeito, cada cliente deve ser tratada de acordo com o seu tipo de cabelo e coloração, pois só assim é possível prever o intervalo de tempo necessário para a manutenção do tom, de forma a evitar o desgaste da cor e raízes evidenciadas.

Se está a ponderar dar uma oportunidade ao loiro, tenha especial atenção com:

Estrutura capilar

“Todos os processos químicos reduzem a elasticidade do cabelo, aumentando a probabilidade de desidratação e quebra. Por este motivo, qualquer cabelo que tenha sido pintado ou descolorado é mais vulnerável aos danos”, afirma Mafalda.

Embora os métodos de coloração tenham influência direta na dimensão dos danos causados no cabelo, é importante a utilização de produtos que atuem contra a quebra e numa maior hidratação dos fios capilares.

Lavagens

“Numa coloração temporária, a quantidade de lavagens altera a duração da cor; numa coloração definitiva, não é tão evidente, isto se os produtos utilizados forem adequados“, explica.

Secador e placas de alisamentos

“A utilização de secadores e ferros altera a cor apenas se não forem utilizados protetores térmicos e os utensílios adequados.” Mafalda Perfeito alerta para a importância da temperatura dos secadores e placas de alisamento, que não deve exceder os 200ºC.

Se agora que já esclareceu algumas das principais dúvidas sobre a coloração do cabelo, decidir avançar e ver a vida através dos olhos de uma mulher com cabeleira loira, a hairstylist adverte para a importância de um aconselhamento profissional, e afirma existirem nos salões vários tratamentos específicos para reconstrução de cabelos loiros e manutenção da cor.

Últimos