Horóscopo

Mercúrio retrógrado. Mas afinal o que é que isso quer dizer?

O planeta mais pequeno do nosso sistema solar pode ter um grande impacto na nossa vida quando está “retrógrado”. Bom ou não, o período designado como Mercúrio retrógrado tem muito que se lhe diga. Recorremos a uma astróloga para lhe explicar o essencial sobre esta fase.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Mercúrio retrógrado. Mas afinal o que é que isso quer dizer?
© instagram @nbga.mag
Escrito por
Jun. 30, 2020

“Não decidas nada importante hoje, porque o Mercúrio está retrógrado!”, disse-me uma amiga no outro dia. “Até dia X, não faças nada que envolva comunicação, pois este período é dado a mal-entendidos. Não te atrevas sequer a assinar nenhum contrato”, continuou.

Decidi então tentar perceber o que é isto do Mercúrio retrógrado. Afinal, o que é isso de ficar retrógrado? E quando esse período termina, o que daí virá? Para ter respostas credíveis recorremos à astróloga e coach Joana Amoêdo Leite.

“Não significa que ande para trás, como a palavra ‘retrógrado’ pode indicar. Mas do ponto de vista da Terra, é esse, de facto, o movimento aparente do planeta durante estas semanas”.

Entretanto, avisa no seu site, “Se há uma lição a tirar da fase retrógrada de Mercúrio é a de aprendermos a ser confrontados com situações nas quais temos de ter jogo de cintura e lidar melhor com a imprevisibilidade”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por flowersofastrology (@flowersofastrology) a

Mercúrio retrógrado chega ao fim (até que enfim!)

Alguma vez pensaram na possibilidade de um planeta afetar a vossa vida? Eu não. Mas segundo Joana Amoêdo Leite, “eles atuam como símbolos que contêm mensagens no nosso mapa astrológico e no mapa de determinados momentos e eventos mundiais. Como sabemos, os planetas têm os nomes de Deuses do Olimpo, e cada um representa um arquétipo…  Alguém que nasceu quando o planeta Marte estava no signo de Carneiro, será provavelmente alguém com uma natureza combativa acima da média”.

Pronto, explicada a parte da influência dos planetas, voltemos a Mercúrio. “Mercúrio representa tudo o que se relaciona com a forma como as mensagens são por nós entendidas. A forma como comunicamos e entendemos os outros, viagens e tecnologia. Durante a fase retrógrada são estas as áreas que podem ser afetadas”, confirma Joana Amoêdo Leite.

A fase que se segue a um Mercúrio retrógrado pode ser caracterizada por uma vontade de estar mais em contacto com os outros – Joana Amoêdo Leite, astróloga 

Susan Miller, supra-sumo da astrologia e fundadora do site Astrologyzone, avisa que não é, normalmente, uma boa altura para assinar tudo o que é papel ou comprar produtos eletrónicos, gadgets. É que Mercúrio fica “wild” no fim de cada fase retrógrada.

Adeus Mercúrio, olá Terra!

Quando este período chega ao fim, o que devemos  fazer? De forma muito geral, a coach explica que, “a fase que se segue a um Mercúrio retrógrado é quando o movimento do planeta passa a direto. Esta pode ser caracterizada por uma vontade de estar mais em contacto com os outros. Bem como divulgar serviços ou lançar produtos, tomar decisões e avançar com novas ideias e projetos”.

Comece devagar e com a cabeça no lugar a estimular a comunicação interpessoal. Também a concretizar objetivos que ficaram pendentes e, acima de tudo, a dar um rumo positivo à vida.

Nesta fase, avance com calma nas suas decisões e sempre com os pés bem assentes na Terra! Até porque há sempre um novo período à espreita…

A lição a tirar é que nenhum Mercúrio retrógrado nos fará andar para trás na vida. Por isso, nada tema.

Últimos