By

E se lhe dissermos que para ficar em forma só precisa de se levantar do sofá e descarregar uma app? Pode soar a cura milagrosa, mas não é. Inicie o seu treino online. Encha-se de motivação e… ligue-se à Internet!

Levamos o smartphone para quase todo o lado. Pegamos nele mal acordamos (nem que seja para desligar o despertador). É companheiro nos transportes públicos, serve de ferramenta de trabalho e há até quem o leve para a casa de banho. Também é habitual incluí-lo nas idas ao ginásio. O melhor é saber que, com ele, também já conseguimos trazer o ginásio até nós. E tudo graças às plataformas de treino online, às aplicações de fitness, aos guias de treino criados por profissionais de fitness internacionais e aos canais do Youtube. Tudo para possibilitar o treino em qualquer lugar.

Treino online à prova de desculpas

Se, antes, todas estas plataformas se contavam pelos dedos das mãos, hoje são tantas que é, cada vez mais, difícil eleger as melhores. Uma coisa é certa: quase todas são à prova de desculpas. Quando se fala de treino online, há opções para todos os gostos, condições, níveis, ocasiões, relógios e carteiras. Seja com o smartphone, o tablet ou até o computador.

Os top personal trainners no Youtube

As opções internacionais ainda levam a vantagem e entre as mais famosas estão, por exemplo, os canais do Youtube Blogilates, da californiana Cassey Ho, o FitnessBlender, com mais de 500 treinos gratuitos. A plataforma Popsugar Fitness, tem exercícios e também tutoriais, o BeFit, com treinos dados por nomes conhecidos como a PT do programa The Biggest Looser, Jillian Michaels. Destaque para o programa de treino BBG da personal trainer Kayla Itsines (os sete milhões de seguidores no Instagram não deixam margem para dúvidas da sua popularidade).

Por cá, a atriz e blogger Vanessa Martins tem tentado deixar-nos sem desculpas com o seu canal, onde partilha treinos para fazer em vários locais (até no sofá). O PT profissional Bruno Salgueiro também partilha no seu Dicas do Salgueiro exercícios para todos os gostos.

Prós e contras do treino online

Os benefícios

“O treino online veio criar possibilidade de treinar fora do ginásio e resolver um problema de fundo que é o acesso ao treino. Só através do treino regular é possível atingir resultados”, defende João Paulo Canas. O fundador da plataforma de treino FiquemForma avisa que “o maior benefício é o aumento das possibilidades de prática. As pessoas não se restringem ao ginásio e passam a conceber treinar no domicílio e nos espaços públicos”.

As desvantagens

“As aulas em grupo ou em streaming são aulas massificadas, padronizadas e criadas para um aluno tipo que na verdade não existe. Para uns, serão demasiado difíceis e, para outros, muito fáceis. A maior desvantagem prática é a ausência de intervenção direta do treinador na correção dos erros dos praticantes e, consequentemente, do risco de lesão”.

Cláudio Mocho, da Personal Trainers Portugal, é da opinião de que o treino deve ser direcionado, adaptado e corrigido em qualquer momento. Este tipo de aulas e aplicações é excelente para viagens, dias em que o tempo é escasso. Mas têm as suas limitações e nunca serão tão seguras como o treino presencial. Para o personal trainer, a maioria das pessoas não sabe se os exercícios ou intensidade são indicadas para si. Além disso, o treino online pode pôr de lado o fator socialização. Já para não falar das possíveis distrações. Este equipamento também nos faz receber chamadas, e-mails e até notificações das mais variadas redes sociais.

Como prevenir lesões

Redobrar os cuidados. Ao carregar no play, seja através de uma aplicação ou canal do Youtube, é importante não ter pressa. É preciso perceber qual é o seu ritmo.

Antes de eleger as suas youtubers fit favoritas, talvez seja melhor pesquisar alguns tutoriais sobre como fazer alguns exercícios.

Não é obrigada a realizar nenhum exercício que não seja capaz. Não vale desistir, mas também não vale forçar exercícios ou tentar realizar posturas ou movimentos que não percebe.

Treine em frente a um espelho. Garanta que o agachamento, o burpee, o lunge e qualquer outro exercício são bem feitos. Assim ganha uma maior noção do seu corpo no ativo e garante que não há falhas.

O aquecimento é o primeiro passo para preparar e ativar os músculos antes do exercício

O alongamento, que assegura o aumento da flexibilidade muscular e é um excelente antilesões.

Texto: Beatriz Silva

Para complementar o seu treino, nada como fazer download das melhores 9 aplicações de fitness para preguiçosas!

 

Leave a Reply