By

A tendência dos anos 90 volta a bater à porta do nosso guarda-roupa, com o grunge, a maquilhagem exagerada e a roupa inacabada a encontrarem um lugar na era millennial. Estas são as peças que mais gostamos. Explicamos como as pode usar.

Quem foi adolescente, ou jovem adulto, nos anos 90 sabe o que é usar umas calças rasgadas, uma camisa axadrezada e uns ténis ou botas pretas. Esta foi a época da despreocupação, da maquilhagem desleixada e dos cabelos despenteados.

O excesso como tendência dos anos 90

A década começou com muito glamour e as responsáveis foram as supermodelos como Linda Evangelista, Naomi Campbell, Cindy Crawford, Claudia Schiffer, Christy Turlington, entre outras. Estas atingiram o estatuto de estrelas superando as atrizes de Hollywood e começaram a achar elegante vestir-se de uma forma casual – de fato de treino e ténis – como qualquer outra jovem.

Era com este quadro ambíguo com que se deparavam as adolescentes. Por um lado, viam as mães exaustas mas com uma carreira, com os seus fatos agressivos e maquilhagem artificial. Por outro, tinham os ícones da música ou da moda para copiar. À medida que a década foi avançando, as supermulheres descobriam que, em tempo de crise, eram despedidas antes dos homens medíocres. As supermodelos, demasiado caras e perfeitas, foram substituídas pela indústria têxtil e por modelos mais magras, dentro do look heroin chic, um grupo que Kate Moss liderava.

O look de maquilhagem esborratada, cabelo desalinhado e roupa mal cosida, desfiada ou até rasgada, foi lançado por novos criadores. Entre eles Martin Margiela (que fazia parte do grupo dos 6 de Antuérpia) e Marc Jacobs para Perry Ellis, que rapidamente foram acolhidos pela imprensa de moda, ávida por um novo estilo.

O grunge como tendência dos anos 90

Como contraciclo, aparece o movimento grunge em Seattle, nos EUA. Uma subcultura da música que se espalhou rapidamente por todo o mundo. Nirvana, Pearl Jam ou Soundgarden são ainda hoje tidos como exemplos máximos do género. Kurt Cobain, vocalista dos Nirvana, era o ídolo desta geração.

Como usar os anos 90 no séc. XXI

As peças-chave incluíam blusões de cabedal, botas de motard, calças, blusões de ganga rasgadas e alguns oversized – casacos, sweats ou hoodies. O veludo também teve o seu momento – como o look de Gwyneth Paltrow num elegante fato de Tom Ford na cerimónia dos MTV Movie Awards, em 1996 – e os chokers dominavam qualquer look de adolescente. As fanny packs, ou bolsas à cintura eram as melhores amigas das adeptas das mãos livres. Quanto ao calçado, os Adidas Stan Smith aliavam-se à preguiça de fim de semana e às adeptas do look sporty, hoje chamado de Athlesure.

E não são estas peças tão atuais quanto a música que se ouvia na altura?  Afinal, quem é que hoje não vibra ainda ao som dos Nirvana ou Pearl Jam?

A tendência (já vintage) dos anos 90 está de volta e as mais saudosistas não vão querer deixá-la de parte. Saiba em que peças deve apostar para recordar esta época em grande estilo!

Veja a nossa seleção.

Camisa em flanela, H&M, 14,99€

Blusão biker, Zara, 39,95€

Calças rasgadas, Guess, 129,90€

Bandana, Levi’s, 15€

T-shirt da banda Kiss, Stradivarius, 15,95€

Choker, Parfois, 8,99€

Blusão de ganga, Pull & Bear, 39,99€

Blazer em veludo, La Redoute, 50,99€

Puffer de penas, Benetton, 69,95€

Elásticos em tecido, Bershka, 4,99€

Bolsa à cintura, Norstrom, 64,12€

Ténis Stan Smith, Adidas, 99,95€

Argolas douradas, Acessorize, 5€

Botas de cano, Dr. Martens, 155€

Gosta da tendência dos anos 90? Em qual destas peças é que vai querer apostar? Sugere outras?

 

Leave a Reply