By

Causadas, sobretudo, pela exposição solar e pelo avançar da idade, as manchas na pele deixam-na com um aspeto baço e irregular. Não perca tempo e atue já: os cuidados anti-manchas protegem, corrigem e unificam a tez.

Numa altura em que as atenções estão todas concentradas nos cuidados com o corpo, as manchas na pele do rosto são relegadas para segundo plano. Errado! Sim, é importante começar a preparar o corpo para a exposição imposta pelos meses de verão – fazer exercício, combater a celulite, reforçar o número de esfoliações semanais, insistir na hidratação, fazer dieta –, mas o rosto também precisa de ser preparado. Como? Combatendo potenciais manchas e prevenindo o aparecimento de outras.

Quem afetam?

As marcas que se formam nas peles brancas, mestiças, negras, jovens ou maduras estão diretamente relacionadas com a vida das mulheres, com a sua própria natureza: o nosso desejo de sol, o passar dos anos, a conceção de uma criança, a contraceção, o ciclo hormonal... De acordo com um estudo realizado por Ipsos/Caudalie em dezembro de 2014 com 2500 mulheres entre 20 e 60 anos na Alemanha, Espanha, França, Itália e Portugal, mais de uma mulher em cada duas (54%) revelam ter manchas no rosto. As manchas no rosto são o inimigo n°3 das mulheres (62%), logo a seguir à perda de firmeza no corpo (71%) e à perda de firmeza no rosto (68%). Apenas 53% dizem conhecer as causas de aparecimento das manchas no rosto. As manchas pigmentares que se devem, na maior parte, ao sol ou à idade, às cicatrizes de acne ou ao pano de gravidez, são manchas indesejáveis, inimigas da beleza e da luminosidade.

Porque surgem?

Com o passar dos anos, a pele vai sendo invadida por manchas escuras. Mas a culpa é só da idade? Em parte. Um dos principais culpados é o sol que, combinado com outros fatores, como a idade, os desajustes hormonais, a toma de medicamentos, a poluição ou a utilização de perfumes, acentua as manchas. Todos estes fatores podem provocar alterações na atividade dos melanócitos (células que produzem a melanina) e dos queranócitos (encarregues de transportar a melanina para a superfície), criando uma superprodução localizada de melanina (hiperpigmentação) que faz com que apareçam manchas na pele. Tratá-las nem sempre é fácil. Se bem que os cremes despigmentantes mais recentes, formulados à base de substâncias que inibem a formação de pigmento, podem melhorar visivelmente o seu aspeto e tom. Para além disso, para os casos mais complicados, os centros de estética oferecerem também tratamentos com laser, peelings químicos e dermoabrasão, entre outros.

Agora, veja a galeria com sugestões de produtos que vão ajudá-la a acabar com as manchas na pele. Conheça também melhor cada um deles.

manchas na pelePontos fortes: Com uma ação aclaradora, esfoliante e calmante, conta com a ajuda de ingredientes como a vitamina C e o ácido salicílico para reduzir o tamanho e a intensidade das manchas e uniformizar a tez.

Concentré Correcteur Tâches, 112€, Sisley

One Comment

  1. ines.nicolau.39@gmail.com'
    Inês / 26 de Julho de 2016 at 17:52 /Responder

    Acredito que todos estes produtos façam efeito, mas o que é certo é que não estão acessíveis à maioria das mulheres que sofrem deste problema…pelo menos falo por mim. Não posso dispender desses valores. Será que não existem truques utilizados pelas avós,que poderíamos voltar a usar?

Leave a Reply