By

Mais do que uma apresentadora, Isabel Silva é a menina-mulher que conquistou o País. Nesta entrevista a Isabel Silva, revela os seus segredos de beleza e quais são os seus projetos. 

Com apenas 31 anos, conta com um currículo extenso em televisão e fora dela. Adora correr e está sempre à procura da próxima maratona (a última em que participou foi promovida pela EDP, no Porto). Na entrevista a Isabel Silva existem algumas revelações. Entre elas, que não dispensa 15 minutos diários de vitamina D e que não consegue imaginar a sua vida sem comunicar. É a nova embaixadora da Garnier e foi o ADN da marca que a fez aceitar o convite.

Entrevista a Isabel Silva

“A felicidade também se encontra nas pequenas coisas diárias”

Como se sente por a maioria dos seus seguidores a quererem ver morena?

Acho giro! Aqueles que me seguem são os que se identificam comigo, gostam de mim e querem-me bem. Por isso, confio a 100%. Sinto-me feliz, foi uma transformação que me fez bem porque também provocou reações a nível interno. Sinto-me bonita de dentro para fora, o cabelo escuro faz-me sentir sensual, já não estou tão menina. Estou uma menina-mulher e eu gosto disso. As pessoas às vezes estão à procura de felicidade em grandes momentos da vida. Associam a felicidade a ter um filho, casar, fazer uma viagem. Claro que isso contribui mas acho que a felicidade também se encontra nas pequenas coisas diárias.

Que cuidados tem com o cabelo?

Adoro o meu cabelo! Acho que tenho um cabelo forte, mas para o manter assim tenho alguns cuidados: faço hidratações, pois ele sofre de agressões externas diariamente, não só porque faço desporto, mas também por causa do trabalho em televisão, estou no ar todos os dias. Não gosto de secar o cabelo todos os dias, às vezes deixo secar ao natural. Quando me vou pentear na TVI em vez de usar secador, faço umas tranças. Gosto de lavar o cabelo com água fria e utilizar o secador com o ar frio em vez do quente. Quando corro uso sempre um protetor e gosto de utilizar óleo de abacate ou de coco.

Que outros cuidados inclui na sua rotina de beleza?

A minha pele está numa boa fase agora, ando a dormir bem e apanho Vitamina D. Um dos truques para se ter uma pele bonita são 15 minutos de vitamina D. Faz toda a diferença e só reparei nisso há pouco tempo. Estive lesionada e não podia correr na rua, então treinava no ginásio. Andava mais rabugenta e deprimida porque me faltava essa vitamina que vou buscar ao sol. Lavo a cara antes de ir para a cama com um desmaquilhante em espuma, quer esteja maquilhada ou não. De seguida uso um tónico e, para terminar, um creme oil-free. No dia a seguir, repito o mesmo processo mas utilizo um creme oil-free com protetor 50, porque geralmente vou correr para a rua. Também uso um bom esfoliante e bebo um litro e meio de água.

Usa maquilhagem?

Maquilho-me imenso para trabalho, logo no dia a dia sou capaz de pôr um pouco de máscara, mas mais nada. Gosto de andar natural. Uso sempre um batom hidratante com um bocado de cor e, se acordar com um ar cansado, eventualmente, ponho blush.

O exercício físico faz parte da sua vida. Como é a sua rotina?

Atualmente, estou num plano de treino muito específico e estou a gastar muitas calorias. Tenho um desgaste muito grande. Gosto de respeitar e ouvir o corpo, conjugado com as corridas faço um trabalho de reforço muscular, abdominal e equilíbrio. Odeio a palavra dieta, eu tenho um plano de vida.  Hoje, antes do treino, comi apenas uma banana, mas estava bem o meu corpo, não precisava de mais.

Que cuidados tem com a alimentação?

Apesar de existir catering nos trabalhos que faço, nunca sei o que vai ser e prefiro levar a minha comida. Comer é um dos momentos de maior prazer do meu dia, que não me permito comer algo que não seja espetacular. Tudo o que como tem que me deixar a pensar “é só saúde neste prato”. Para mim cozinhar e preparar a minha comida não dá trabalho e tenho vários truques. Ao domingo, faço sopa para a semana. Além disso, cozo leguminosas e hidratos como feijão, grão e lentilhas que guardo ou arroz e batata-doce. À terça-feira chegam os biovivos e na quarta-feira o cabaz da Quinta do Arneiro. Ao domingo preparo sempre isso, uma fonte de hidratos e uma leguminosa já cozidos.

Que produtos andam sempre consigo?

Snacks porque não posso ter fome, é a pior coisa que pode acontecer. Hoje tenho uma bolacha de aveia, que é um hidrato de carbono de absorção lenta. Tenho de ter um hidrato de absorção lenta e depois posso ter uma peça de fruta ou cenouras, beterrabas ou tomates. Tenho a minha carteira, o telefone e o carregador, muitas vezes tenho chás, óculos de sol, um batom hidratante e água, sempre de litro e meio.

Quais são os seus guilty pleasures?

Tantos! Adoro cheesecakes vegans, são os meus preferidos. Não gosto de nada que tenha açúcares refinados, porque enjoa e é muito viciante.

Profissionalmente, imaginava-se como apresentadora?

Sempre gostei muito de comunicar. Adoro dizer coisas ao mundo, por isso é que trabalho em televisão. Fascina-me comunicar, interagir, partilhar. O partilhar tem a ver com o facto de me posicionar no entretenimento e não tanto na informação, gosto de partilhar emoções.

Já tem o blogue e o livro, existem outros projetos para o futuro?

Quero fazer mais coisas em televisão mas isso é um processo, como tudo na vida. Adorei escrever o livro [O Meu Plano do Bem], que também é uma forma de comunicar e adoro sessões de autógrafos. Tudo que esteja relacionado com coaching e com a parte mais inspiracional fascina-me. Em televisão gostava muito de fazer daytime, apresentar programas que sejam motivadores e mudem mentalidades. Gosto de talent shows e de alguns reality shows, há reality shows que podem mudar a vida de uma pessoa. Quero fazer tanta coisa ainda. Tenho que me sentir entusiasmada e gostar de mim.

Texto: Mariana Nave

O que achou desta entrevista a Isabel Silva? Veja ainda algumas das receitas do livro da apresentadora.

Tags:
 

Leave a Reply