7 sugestões para brunch, almoçar ou jantar fora em Lisboa e no Porto

Feriado e domingo são sinónimo de acordar tarde, relaxar e comer uma boa refeição, certo? Se não sabe onde ir, deixamos-lhe algumas sugestões de restaurantes em Lisboa e no Porto, para comer bem (e tarde).

Temos sugestões de restaurantes em Lisboa e no Porto para aproveitar o melhor deste (ou outro qualquer) dia livre, enquanto come bem e experimenta as novidades das duas cidades. A nossa lista é bem apetitosa. Conheça-a.

7 restaurantes em Lisboa e no Porto para experimentar

1. Dear Breakfast

E se pudesse tomar o pequeno-almoço até às 16h ou 17h? É isso mesmo que acontece no Dear Breakfast. Os ovos feitos de tantas maneiras (os nossos preferidos são os Florentine com espinafres, croutons e molho holandês) são a estrela dos menus de pequeno-almoço (14€), mas à mesa chega também um sumo, uma bebida quente, tostas com doce e croissants.

Onde: Rua das Gaivotas, 17, Lisboa.
Quando: De terça a domingo, das 9h às 16h (ao fim de semana, encerra às 17h).


2. Mondo Deli

Os alemães Markus Zietz e Christian Haas apaixonaram-se pelo Porto, onde vivem, e resolveram ‘oferecer’ à Invicta um restaurante de sabores do mundo, com uma decoração minimalista e um jardim nas traseiras.

Tal como a anterior, a nova carta mostra toda a paixão dos proprietários e da chef Catarina Garcias por produtos da época e locais, confecionados com influências asiáticas, mediterrânicas e do Médio Oriente. A nossa escolha recai nas lulas com puré de amêndoa com alho e salada de agrião e o filete de peixe com 5 especiarias, ananás assado mochi de coco. Os pratos variam entre os 6,50€ e os 14,30€.

Onde: R. do Almada, 501, Porto.
Quando: De terça a sábado,  das 16h às 24h.


3. Fauna & Flora

Há cada vez mais restaurantes/cafés em Lisboa com ementas onde prevalece a comida saudável, e o Fauna & Flora é um deles.

A grande novidade deste espaço é o brinner, o pequeno-almoço servido ao jantar, que aqui rivaliza com o brunch servido à carta. A panqueca com manteiga de amendoim, banana, frutos secos torrados e chocolate quente (6,50€) e a bowl de caril de frango com arroz basmati e romã em base de folhas frescas (11€) são mesmo de provar, bem como as tostas em batata-doce.

Na desconstruída decoração, sobressaem as plantas, que lhe dão um ar de jardim dentro de portas.

Onde: R. da Esperança, 33, Lisboa.
Quando: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h (ao domingo fecha às 17h).


4. Criatura

É o novo restaurante do hotel Verride Palácio Santa Catarina. A sala é imponente, mas confortável, e no menu sobressaem os sabores portugueses, temperados com as influências das ex-colónias. Os petiscos (entre 6€ e 15€) são um dos pontos fortes do Criatura e por isso não é de estranhar que a partilha de pratos seja a regra a seguir.

Moelas à moda de Lisboa, pica-pau de novilho e tempura de caranguejo de casca mole com wakami e pepino são alguns dos que deve provar. Para terminar, peça uma bebinca, é deliciosa. Ao almoço, há um menu executivo, que inclui entrada, prato principal, sobremesa e um copo de vinho ou água, por 15€. No Criatura, repare ainda nas fotografias a preto e branco do britânico Bridget Jones, que pertencem à coleção privada de Joe Berardo.

Onde: R. de Santa Catarina, 1, Lisboa.
Quando: de terça a sábado, das 12h às 24h


5. Pitaria

É o espaço mais recente de José Avillez, que recebeu recentemente um dos prémios mais prestigiados do mundo gastronómico – o Grand Prix de L’Art de la Cuisine – e também o mais descontraído e acessível a todas as carteiras. Aqui servem-se pitas, as sanduíches vindas do Médio Oriente, e nós destacamos a Arais, uma pita prensada com carne picada com especiarias, queijo, chouriço de porco preto, alface, pickles de nabo, cebola-roxa e coentros (7,50€). Nas sobremesas, prove o baklava com natas frescas e flor de laranjeira (3€).

Onde: R. Nova da Trindade,  11 M, Lisboa.
Quando: Todos os dias, das 12h à 1h (à sexta-feira e sábado, encerra às 2h).


6. Pedro Limão

Só precisamos de ouvir o nome Pedro Limão para que as nossas papilas gustativas comecem a saltitar. A cozinha de autor deste chef nunca desilude e o seu pequeno e bem decorado restaurante, no Porto, é obrigatório para quem gosta verdadeiramente de comer. Só tem de sentar-se e deixar-se surpreender pelos pratos do menu de degustação (de dez momentos, 37€, sem bebidas) que vão aparecendo em cima da mesa.

Aqui comemos a melhor canja de galinha da nossa vida, um atum fumado inacreditável e um bife de tártaro que podíamos comer todos os dias sem nos cansarmos.

Onde: R. Morgado Mateus, 49, Porto.
Quando: De terça a sábado,  das 20h às 23h.


7. Em Carne Viva

Não se deixe enganar pelo nome. Aqui só se comem pratos vegetarianos e vegan com a vantagem de serem todos eles inspirados em pratos portugueses regionais. Cogumelos à Bulhão Pato, sem espinhas de tofu à lagareiro com grelos salteados e batatas a murro, lombinhos de seitan em vinha-d’alhos regados com aromático coulis e pinhões torrados, acompanhados por um puré de assado do mesmo, são alguns dos pratos que deve provar para comprovar a inspiração portuguesa de Victor Rodrigues e de Eduarda Castro, os proprietários do espaço. Em Carne Viva serve pratos à carta e menus de degustação de seis (49€) e de nove pratos (68€).

O restaurante tem duas salas, onde impera a elegância e os materiais reciclados, muitos aproveitados da estrutura da casa que lhe deu origem, porque a sustentabilidade é outra das imagens de marca do restaurante. Na parte de trás, há um jardim fantástico com esplanada.

Onde: Av. da Boavista, 868, Porto.
Quando: Todos os dias, das 12h às 15h e das 19h às 22h (à sexta- -feira e sábado, encerra às 23h).


Já conhecia estes restaurantes em Lisboa e no Porto? Veja ainda os restaurantes asiáticos que tem de conhecer.

Mais sobre espaços e lojas

Comentários

7 sugestões para brunch, almoçar ou jantar fora em Lisboa e no Porto

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.