Beleza

Beauty check: os produtos à venda em supermercados valem a pena? Fizemos o teste

Passa regularmente pelas prateleiras de cosmética do supermercado mas não lhes dá muita importância? Perceba, de uma vez por todas, se estes produtos valem a pena. Fizemos o teste com hidratantes de corpo e de rosto.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Beauty check: os produtos à venda em supermercados valem a pena? Fizemos o teste
Escrito por
Saber Viver
Set. 30, 2019

*Todos os meses, a redação do site da Saber Viver fará um beauty check, ou seja, vai testar produtos de beleza durante um mês e deixar o seu veredicto. Se quiser ver alguma categoria específica a ser posta à prova, envie-nos a sua sugestão.

Desta vez, foram as leitoras que decidiram. Fizemos uma sondagem no Instagram da Saber Viver para sabermos o que gostariam que a redação do digital testasse. Não houve dúvidas em relação aos resultados.

Parece que há um interesse geral por produtos à venda no supermercado e foi mesmo por esse caminho que decidimos ir. Cada membro da equipa experimentou um creme de rosto e um de corpo de uma marca de grande consumo e o veredicto está aqui.

Já tínhamos falado sobre o valor da cosmética de luxo nesta indústria. E ainda que não passe de um teste à nossa escala, fomos perceber se estes produtos de valor mais reduzido cumprem o que prometem.

Experimentámos 12 produtos de supermercado

Carolina de Almeida, editora

1. Creme de rosto Revitalift Ginseng, L’Oréal Paris

Nas últimas semanas aderi à tendência do skin fasting e tenho tentado reduzir a minha rotina de cuidados de rosto. Assim, de manhã, os únicos passos em que investi foi na limpeza, hidratação e proteção solar. Por isso, consegui experimentar o Creme Vermelho Energizante Revitalift, da L’Oréal, sem intervenção de qualquer outro produto. Tenho uma pele mista e sensível, por isso confesso que estava um pouco reticente em fazer esta experiência. Mas correu tudo bem.

Além do pro-retinol avançado (para uma ação atirrugas), este produto é enriquecido com ginseng vermelho e foi esta característica que mais se destacou. Este ingrediente ajuda a combater os sinais de cansaço e aporta luminosidade. E não é que notei? O produto é de um rosa-avermelhado muito clarinho. Ao começar a espalhá-lo pelo rosto, a minha pele ficou encarniçada, efeito que passou após alguns segundos. Não sei se é pelo contraste do tom avermelhado, a seguir, o efeito de luz instantânea parece mesmo acontecer!

Creme Rosto Revitalift Ginseng
L’Oréal Paris, 15,51€

Formas de utilizar: É um creme de dia com efeito de luminosidade instantânea, por isso, apenas coordenado com um protetor solar FPS +50. Massajei suavemente toda a zona do rosto em movimentos circulares.

Textura: em creme. nem muito gordo, nem muito ligeiro. Mas como tenho a pele mista, precisei de usar uma boa base matificante a seguir, para controlar melhor a oleosidade.

É ideal para: mulheres a partir dos 35 anos (no limite, mas já cá estou!), com uma pele cansada, apagada e com rugas.

Pontos positivos: adorei o tom avermelhado do creme e o aroma.

Pontos menos positivos: para uma pele mista a oleosa, a sua utilização poderá ter de ser conjugada com um produto matificante.

2. Loção corporal Cacau Radiante, Vasenol

Tento ser exigente e cuidar da minha pele como um todo, mas confesso que não dou tanta atenção às pernas como deveria. Sobretudo no que toca à hidratação. Sim, o verão é por excelência a altura que melhor cuidamos delas, mas a pele seca e desidrata ao longo de todo o ano. No meu caso, a zona das canelas é a mais desesperada.

A loção corporal Cacau Radiante, da Vasenol, revelou ser um aliado de peso para combater a pele seca desta área. Com manteiga de cacau e micropartículas de vaselina, o aroma é muito agradável e a ação hidratante muito eficaz.

Na verdade, esta loção foi criada a pensar nas necessidades de uma pele bronzeada (que não é o meu caso), atuando também para uniformizar o tom. Ainda assim, consegui usufruir da sua ação nutritiva nas zonas mais secas, sem um efeito gorduroso. É, por isso, muito prático para aplicar de manhã.

Loção corporal Cacau Radiante
Vasenol, 3,65€

Formas de utilizar: usei-o todos os dias de manhã, a seguir ao banho. Duas vezes por semana, apliquei nos pés numa camada generosa para uma ação de hidratação intensa à noite. Ao acordar, a pele estava incrivelmente suave.

Textura: em creme, muito agradável! Leve, muito fácil de espalhar, de rápida absorção mas, ainda assim, a sensação de pele hidratada permaneceu ao longo de todo o dia.

É ideal para: pele seca: pele bronzeada a precisar de nutrição.

Pontos positivos: definitivamente, a textura e o aroma.

Ana Carvas, editora-adjunta

1. Creme de rosto Garnier Bio Erva-Limão Refrescante

O creme de rosto, foi um must-have de sempre. E com o passar do tempo, e a idade a mostrar as primeiras rugas de expressão, os cuidados de rosto tornaram-se uma parte ainda mais importante da minha rotina de beleza. Hoje não prescindo do tónico, do sérum e, principalmente, do creme hidratante.

Quando utilizei o Garnier Bio Erva-Limão Refrescante pela primeira vez, caí no erro de pôr demasiado porque o doseador liberta mais quantidade do que costumo aplicar. Mas quando consegui controlar a dose certa, senti o efeito refrescante a fazer efeito, e foi para mim o equivalente a lavar a cara de manhã, após uma longa noite de sono.

Da linha Bio da Garnier, o hidratante é criado a partir de uma fórmula vegan, sem ingredientes ou derivados de origem animal, com óleo de erva-limão e aloé vera biológicos e glicerina vegetal.

Uma vez que foi o meu primeiro creme vegan, estava especialmente curiosa quanto à diferença e eficácia. Atenuou o brilho da minha pele do rosto, que é mista a oleosa, e deixou não só um aroma como uma sensação refrescante.

Hidratante equilibrante Erva-Limão Refrescante
Garnier Bio,
9,99€

Forma de utilizar: apliquei uma quantidade inferior à do doseador (porque é extremamente líquido) no rosto, e espalhei em movimentos circulares.

Textura: aquosa.

Ideal para: pele normal a mista.

Ponto positivo: a absorção é rápida, o aroma refrescante e a atuação instantânea.

Ponto menos positivo: pessoalmente, prefiro cremes de rosto com um aroma menos intenso, e com uma textura um pouco mais cremosa e menos líquida.

2. Nivea Body Soufflé, Coconut & Monoï oil

Há dois cuidados de beleza que considero indispensáveis, seja verão ou inverno, são eles: aplicar um creme de rosto e um de corpo. Mas não foi sempre assim.

Embora tenha, durante alguns anos, negligenciado os cuidados de corpo, uma vez que aplicava creme no corpo apenas durante o verão, altura em que a minha pele ficava mais exposta e visível a olhares alheios, a verdade é que não é só na estação quente que a pele precisa de cuidados especiais. No inverno, fica também seca, gretada e desidratada.

Forcei-me a criar hábitos diários nos cuidados de corpo. Assim, introduzi este novo ritual de espalhar creme nas pernas, braços e tronco, sempre após o banho. Até agora tem corrido bem.

Com o Nivea Body Soufflé, Coconut & Monoï oil, a experiência foi maravilhosa desde a primeira aplicação. A minha pele ficou exatamente como eu gosto: com um toque aveludado, com um aroma duradouro (mesmo!) e hidratada. O creme é hiper-suave, não cola nem é gorduroso, embora tenha pérolas de óleo, e deixa a pele com um aspeto brilhante e luminoso.

Body Soufflé, Coconut & Monoï oil
Nivea,
5,90€

Forma de utilizar: apliquei uniformemente sobre o corpo duas vezes por dia, de manhã e à noite. Depois do banho, com a pele ainda húmida, a sensação de suavidade é ainda maior.

Textura: em creme.

Ideal para: pele seca e desidratada.

Ponto positivo: para além da textura aveludada que confere à pele, graças às pérolas de óleo que se desfazem durante a aplicação, o aroma é simplesmente divinal.

Marta Chaves, jornalista

1. Creme Gold 24k

Consigo ser fiel a duas ou três marcas de cuidados de rosto mas, na verdade, prefiro experimentar produtos novos a usar sempre o mesmo, mês após mês. É curioso que apesar de conhecer a My Label nunca lhe tinha dado uma oportunidade – e este foi o desafio perfeito para experimentar a marca.

O creme Gold 24k promete não só reduzir a aparência das linhas finas e rugas, como uma hidratação durante 24 horas. Na sua composição encontramos: extrato de mel, ácido hialurónico, pigmentos iluminadores e 1% de ouro coloidal.

O aroma é suave e o creme é muito fácil de aplicar. Devo dizer que me surpreendeu muito. O efeito hidratante é sentido durante todo o dia e, por isso, quem sofre com pele seca tem aqui uma boa opção.

Creme de rosto de dia Gold 24k
My Label, 4,99€

Formas de utilizar: utilizei todos os dias de manhã, mas também à noite (mesmo sendo um creme de dia) para maximizar os resultados.

Textura: em creme.

Ideal para: pele seca.

Pontos positivos: mantém a pele hidratada durante todo o dia.

Pontos menos positivo: ao final do dia senti a pele ligeiramente oleosa.

2. Leite suavizante hidratante Garnier

Esta loção corporal da Garnier é indicada para pele seca e áspera que, admito, não ser o meu caso. Como os dias de praia já lá vão, não sinto a pele desidratada, pelo que os resultados são mais difíceis de analisar.

Ainda assim, devo dizer que a textura é muito fina e é facilmente absorvida. É muito fácil de espalhar, ao contrário dos cremes gordos e espessos que nos tomam mais tempo.

Leite suavizante hidratante
Garnier, 4,99€

Formas de utilizar: apliquei todos os dias a seguir ao banho.

Textura: em creme.

Ideal para: peles secas e ásperas.

Pontos positivos: a textura fina e fácil aplicar no corpo.

Pontos negativos: a sensação de hidratação não perdura.

Vanessa Santos, jornalista

1. Creme do rosto Simple – Water Boost Gel

Além de ser indicado para peles seca e desidratada, o creme de rosto Water Boost Gel, da Simple, é também ideal para peles sensíveis, pois não contém quaisquer perfumes ou químicos que possam irritar a sua pele.

Não poderia ter ficado mais satisfeita com o resultado final. Tenho a pele sensível e, por vezes, desidratada e posso dizer que depois da sua aplicação, consegui sentir mudanças quase instantâneas (uma pele muito mais hidratada e suave). Na minha opinião, está aprovado.

Creme de rosto Simple – Water Boost Gel
Simple, 5,99€

Forma de utilizar: apliquei duas vezes por dia – uma de manhã e outra antes de dormir.

Textura: gel.

Ideal para: pele seca.

Pontos positivos: refrescante, super hidratante e de rápida absorção, sem deixar a pele com um efeito colante.

2. Creme de corpo Johnson’s Vita Rich

Sou muito mais cuidadosa com a pele do corpo do que com a da cara. Por isso, colocar creme hidratante depois do banho é quase como um ritual para mim. Optei por experimentar o creme da Johnson’s Vita Rich, com extrato de papaia e manteiga de karité, todos os dias da semana, depois do banho.

O resultado final foi bastante positivo. Depois de uma semana senti que a minha pele estava mais hidratada e suave. Outro dos pontos positivos é o aroma que é bastante agradável. Além disso, a sua rápida absorção faz com que não tenha de esperar muito para se vestir depois do banho.

Johnson’s Vita Rich
Johnson’s, 5,99€

Forma de utilizar: utilizei todos os dias da semana, após o banho.

Textura: em creme.

Ideal para: para todos os tipos de pele.

Pontos positivos: aroma agradável e efeito hidratante duradouro.

Carlota Teixeira Duarte, Brand Content Manager

1. Creme de dia Nivea Q10 Power

Hoje em dia a minha rotina de beleza é muito, muito básica. Consiste em lavar os dentes e a cara, pentear-me, aplicar um tónico e pôr creme na cara. Com sorte, ponho mais qualquer coisa para disfarçar as olheiras.

Mas a verdade é que com uma pele tão seca como a minha não posso mesmo saltar o passo do creme hidratante. Neste beauty check experimeitei o novo creme de dia Nivea Q10 Power Extra Nutritivo, ideal para uma pele seca ou muito seca, que nutre profundamente graças ao reforço de óleo de órgão 100% orgânico na sua composição.

Para além disso, contém Q10, ingrediente que combate os sinais de envelhecimento. E a verdade é que, para meu azar, uma pele mais seca tem mais tendência para ter rugas mais cedo.

Creme de dia Q10 Power
Nivea, 13,99€

Formas de utilizar: utilizei o creme todos os dias de manhã, depois de lavar a cara e aplicar o tónico. Repunha o creme depois do banho, a meio do dia, depois do ginásio, e à noite, se sentisse a minha pele mais seca. No rosto e pescoço, por ser um cuidado anti-rugas insistia um bocadinho mais na massagem durante a aplicação do creme na zona da testa, na zona exterior dos olhos e de lado na boca (zonas onde acho que tenho mais rugas).

Textura: cremoso e rapidamente absorvido pela minha pele, não oleoso, apesar da infusão de óleo na sua composição.

Ideal para: pele seca e pele muito seca, que necessite um cuidado antirrugas.

Pontos positivos: senti, de facto, a minha pele hidratada ao longo de todo o dia e bem mais confortável. Em relação às rugas, confesso que não consegui ainda comprovar os seus resultados, talvez valha a pena um update futuro!

2. Loção Corporal Q10

Os produtos da Cien não são novidade para mim, já experimentei uns cremes anti-celulite que gostei muito e costumo usar regularmente o gel de banho. Mas nunca tinha dado uma oportunidade à loção corporal da marca. Esta Loção Corporal Q10 promete um efeito refirmante e uma hidratação profunda ao longo de 24h.

Loção Corporal Q10
Cien, 2,69€

Formas de utilizar: apliquei o creme em todo o corpo todos os dias (ou quase todos) a seguir ao banho ou antes de sair de casa.

Textura: um compromisso entre uma textura em creme e um leite hidratante, fácil de espalhar na pele.

Ideal para: pele normal.

Pontos positivos: é muito hidratante e rapidamente absorvido, o que para mim é dos pontos mais importantes num hidratante de corpo. Para além disso, gosto do aspeto com que deixa a minha pele. Como é muito seca nas pernas, por exemplo, por vezes parece “partida” ou “quebrada”, e esta loção corporal ajudou a torná-la mais uniforme e macia.

Pontos negativos: o aroma. Apesar de ser algo muito pessoal, não queria deixar de mencionar que a loção tem um cheiro muito natural que talvez se deva aos seus óleos essenciais, mas que a mim não me agradou.

Últimos