© GettyImages

Este é o maior erro que fazemos com o corretor de olheiras

Sabe como disfarçar bem as olheiras no dia a dia? Talvez não. O maquilhador da Chanel explica como disfarçar esta zona escura sem exageros e aponta outros erros comuns a evitar.

Há quem tenha nascido abençoada e não saiba bem o que é uma olheira. Mas para muitas mulheres, a zona por baixo do olho nem sempre tem a luminosidade desejada.

Cansaço, stresse, noites mal dormidas… tudo contribui para umas olheiras mais acentuadas e papos nos olhos. Nem é preciso muito para querermos passar o corretor nessa zona e uniformizar o tom. Mas sabemos como fazê-lo?

Estivemos num workshop com Iván Gómez, maquilhador e embaixador da Chanel em Espanha, que nos explicou como aplicar o corretor de olheiras, para uma maquilhagem natural.

Corrigir a olheira é iluminá-la – Ivan Gomez, maquilhador e embaixador Chanel

Se costuma disfarçar as olheiras aplicando o produto em toda a zona por baixo do olho ou mesmo até ao início da bochecha, repense este gesto.

O maquilhador explica que devemos considerar a olheira o apenas desde o canto interno até meio do olho, no sentido horizontal. O concealer deverá ser aplicado só aqui, em pancadas suaves com as pontas dos dedos ou com um pincel próprio.

corretor olheiras zona certa

Esta deverá ser a zona a disfarçar com um corretor de olheiras © Getty Images

“Corrigir a olheira é iluminá-la”, resume o especialista. Isto porque se colocarmos o produto numa área maior, quando nos rimos, iremos ficar com marcas. “O concealer tem uma função muito específica: corrigir um pigmento, neutralizá-lo“, explica.

“E não vale a pena desperdiçar produto”, conta Ivan Gomez. Para um look “make up no make up”, uma aposta vencedora para o dia a dia, a palavra-chave é: minimalismo. Não é carregando a zona da olheira com muito corretor e numa área maior que esta fica melhor disfarçada.

E convenhamos que só temos a ganhar ao retificarmos este passo na nossa rotina. Além de darmos ênfase à nossa beleza natural, perdemos menos tempo a maquilhar, sem comprometer o resultado, e no final ainda poupamos no concealer.

O pré-requisito para esta (nova) regra funcionar bem

Para o profissional, quando queremos um look natural, o mais importante é preparar o rosto com cuidados que iluminem a pele. Só depois pensamos em disfarçar as imperfeições.

Assim, antes de aplicar (agora bem) o corretor de olheiras, podemos preparar a zona com uma pré-base (ou primer), “que refresque e dê luminosidade”, explicou durante o workshop.

Este passo intermédio, entre o cuidado de rosto e a maquilhagem, é crucial para não sobrecarregar a pele desnecessariamente. “Isto faz com que utilizemos menos 20 ou 30% de quantidade de maquilhagem”, revelou-nos. “Todos os produtos pré-maquilhagem que possamos utilizar para potenciar a maquilhagem são mágicos”.

Para um look tipo segunda pele, tente reduzir a quantidade de pigmento que aplica e concentre-se em unificar o tom só em certas zonas.

Outros erros a evitar para uma maquilhagem natural e infalível

Além da aplicação errada do corretor de olheiras, Ivan Gomes identificou outros gestos comuns que deveríamos banir da nossa rotina.

Não aplicar pó na zona do olho e da olheira para facilitar se quisermos retorcar ao longo do dia;
Não colocar bronzeador na zona do blush, mas sim por baixo do osso/das maçãs do rosto e nos contornos do rosto (junto ao cabelo);
Nunca escurecer a zona T do rosto (central – testa, nariz e queixo). É a que deve ser mais iluminada;


Descubra ainda outro erro – dos mais importantes – a evitar quando aplicamos maquilhagem.

Comentários

Este é o maior erro que fazemos com o corretor de olheiras

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.