By

Para tornar as festas de Lisboa mais sustentáveis, a Sociedade Ponto Verde incentiva à separação. O objetivo é garantir que os resíduos de embalagens produzidos tenham o destino mais adequado. Vamos contribuir para o aumento dos níveis de reciclagem da capital?

A Sociedade Ponto Verde criou o projeto Arraial Ecológico para incentivar todos a tornar as festas de Lisboa mais sustentáveis. Assim, a partir de uma gestão consciente dos resíduos vão ser instalados equipamentos destinados à recolha dos resíduos ao longo das festas de Santo António. Em 2016 já tinha sido implementada uma versão piloto deste projeto, que teve lugar em três arraiais (Navegantes, Alto de Santo Amaro e Viver Campolide), onde foram recolhidas dez toneladas de resíduos urbanos e encaminhados para reciclagem 56% dos resíduos produzidos (orgânicos, papel/cartão, embalagens de plástico, metal e vidro).

Cuidar da cidade

Com o mote “Lisboa é linda e fica mais bonita quando todos cuidam”, a Sociedade Ponto Verde, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa, Valorsul e com o apoio da EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Atividade Cultural de Lisboa), entidade promotora das Festas de Lisboa, pretende incentivar a população a tornar as festas de Lisboa mais sustentáveis, a partir de uma gestão consciente dos resíduos.

O arraial ecológico é um projeto que envolve 12 arraiais de Lisboa localizados na coroa externa da Cidade: Academia de Santo Amaro (Alcântara); Grupo Excursionista “Os Económicos” (Avenidas Novas); Clube Sportivo de Pedrouços (Belém); Associação Viver Campolide (Campolide); Grupo Dramático Escolar “Os Combatentes” (Estrela); Associação de Moradores do Bairro dos Alfinetes e Salgadas (Marvila); Corpo Nacional de Escutas, agrupamento 48 Sta. Catarina (Misericórdia); Associação Desportiva e Cultura da Encarnação e Olivais (Olivais); Arraial dos Navegantes (Parque das Nações); Associação Schoenstatt de Lisboa (Belém); Ingleses Futebol Clube (Olivais) e Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia (São Vicente).

A iniciativa conta ainda com a presença de equipas devidamente identificadas, que vão ajudar na recolha das embalagens que não forem depositadas nos contentores. O objetivo é garantir que os resíduos de embalagens produzidos durante estes eventos tenham o destino mais adequado, contribuindo assim para o aumento dos níveis de reciclagem da cidade de Lisboa.

Durante as festividades, cada arraial terá afixado em local próprio os resultados do seu compromisso com a redução e reciclagem de resíduos. Estima-se que sejam encaminhadas para reciclagem cerca de 50% dos resíduos urbanos recolhidos nestes eventos que esperam a participação de cerca de 150.000 pessoas.

Preparada para se divertir nos santos populares com mais consciência ecológica?

 

Leave a Reply