By

É possível que, com o tempo, os hábitos de uma relação mudem e que a rotina tenha tirado algum entusiasmo aos dois. Saiba quais os passos que tem de dar para apimentar a relação.

Manter uma relação não tem nada de simples. Mantê-la viva, com novidade e sem aborrecimentos é ainda mais difícil, mas não é impossível. O nível de stresse, a falta de tempo no dia a dia, o trabalho, os filhos, e mais algumas condicionantes, ajudam a que o romance desvaneça e a paixão acabe por se extinguir.

No que diz respeito aos portugueses, Catarina Lucas, psicóloga clínica no Centro Catarina Lucas, em Lisboa, refere, que “têm um histórico em termos de relações amorosas não muito positivo. Têm uma herança cultural de violência doméstica, desrespeito e diferenças nos papéis de homem e mulher”.

E continua: “isto, inevitavelmente, influencia a forma como se vivem as relações. Felizmente, as coisas têm vindo a mudar, embora por vezes se entre num registo pouco otimista: as relações fáceis de alcançar e a facilidade com que se terminam aquando das dificuldades. A nossa sociedade encontra-se em fase de grandes mudanças no que respeita às relações amorosas”.

Como é que se pode apimentar a relação?

Para esta especialista, e apesar de ser algo muito difícil de conseguir, é desejável que seja possível manter sempre um certo nível de paixão para que uma relação tenha futuro, pois esta é inerente ao amor romântico. Mas é preciso ter consciência de que esta tenderá a atenuar-se com o passar do tempo.

“Acredito que manter uma relação feliz a longo prazo é possível, mas é preciso olhar para a relação da forma certa e ter uma dose de inteligência emocional. A forma como vivemos as relações atualmente é muito diferente da forma como as gerações anteriores as viveram. Atualmente as pessoas toleram menos as faltas de respeito, agressões ou a ausência de sentimento. As pessoas já não se sentem obrigadas a permanecer em relações que não querem. Por isso, a relação tem de ser efetivamente gratificante para o casal para que esta se possa manter. Tem de existir investimento, construção constante e grande sentido de casal.”

Como sabemos, a rotina mata o desejo sexual. A novidade é um elemento fundamental para o despertar – e o facto de pouco se comunicar acerca das suas insatisfações sexuais, levantam barreiras difíceis de transpor. “Num casal não devem existir tabus nem temas proibidos no que diz respeito à vivência da sexualidade, aos desejos e necessidades de cada um”, explica Rita Fonseca de Castro, a terapeuta de casal.

A manutenção do desejo ou erotismo é uma tarefa de cada um e dos dois em conjunto. Esther Perel, psicoterapeuta belga que se dedica a estudar as relações de casal e, muito em particular as questões associadas à sexualidade, considera que o maior desafio das relações modernas consiste em conciliar a necessidade de ter segurança e previsibilidade com o desejo de perseguir o que é excitante, misterioso e inspirador.

 

 

 

6 dicas para apimentar a relação

1. Comece o dia com umas mensagens um pouco mais atrevidas, contando-lhe tudo o que gostaria que acontecesse esta noite.

2. Fale sobre as suas fantasias sexuais e incentive-o a partilhar as dele.

3. Crie um ambiente romântico. Uma sugestão: experimente uma vela de massagem cuja cera se transforma num óleo de massagem corporal. Deixe-se levar pelo aroma, pelos olhares, as carícias…

4. Faça uma playlist com temas que de alguma forma têm vindo a marcar a vossa relação.

5. Beije… Porque é uma das formas mais excitante de comunicar com o seu companheiro. O beijo não é só um ato de intimidade. Com este simples gesto segregamos hormonas e neurotransmissores que nos provocam prazer e fazem com que vamos continuando a sentir satisfação de dar e receber.

6. Uma investigação publicada no Sexual and Relationship Therapy sugere que casais que sentem o outro gozam de melhores experiências eróticas e satisfação no casamento. Entrelaçar os dedos quando dá um passeio é um gesto muito doce. Sentir a mão debaixo da roupa quando estão no cinema ou numa esplanada pode levá-la a si a ele a sentir algo muito intenso. Aquelas borboletas na barriga como quando começaram a namorar e não conseguiam evitar acariciarem-se em qualquer sítio e a qualquer hora.

O que achou destas soluções para apimentar a relação? Veja também os jogos sexuais que pode experimentar.

 

Leave a Reply