By

Já sente o aroma doce do manjerico no ar? É dia de Santo António e com ele vêm duas coisas que os portugueses apreciam muito: festa e sardinha. De preferência no plural.

Sardinha assada numa fatia de pão e acompanhada de um copito de vinho tinto ou de uma cervejinha gelada, é o menu mais procurado nas Festas de Lisboa. Até David Grotto, nutricionista norte-americano e autor do livro 101 Alimentos Que Podem Salvar a Sua Vida, confirma o nosso amor por este peixe pequeno: “As sardinhas na grelha são o petisco preferido.” Como se costuma dizer, em equipa que ganha não se mexe. E com razão. Embora seja um peixe pequeno, é suficientemente nutritivo para lhe podermos puxar a brasa. Conheça as propriedades e os benefícios da sardinha.

#1 Rica em gorduras boas

A sardinha é uma excelente fonte de ácidos gordos ómega-3, que integram um dos tipos de gorduras mais saudáveis, a polisaturada. Previnem as doenças coronárias e os ataques cardíacos, ajudam a normalizar o colesterol e promovem o bom funcionamento cerebral.

#2 Elevado teor de proteínas

Este macronutriente é uma fonte de energia natural, que exerce ainda uma função essencial na construção dos músculos e da pele.

#3 Boa fonte de cálcio

“Uma dose de 85 gramas fornece tanto cálcio como uma chávena de leite – 300 miligramas”, escreve David Grotto. Este mineral é fundamental não só para o desenvolvimento dos ossos, como para mantê-los saudáveis ao longo da vida.

Curiosidades sobre a sardinha

Descubra factos pouco conhecidos sobre este peixe de água fria.

  • Existem mais de 20 espécies de sardinhas;
  • Este peixe ganhou o nome de sardinha porque existia em grandes quantidades ao largo da Sardenha;
  • As primeiras sardinhas em conserva apareceram por incentivo de Napoleão, no século XIX;
  • Também se pode chamar arenque ou petinga;
  • Portugal exporta muitas sardinhas em lata;
  • A maior parte da sardinha apanhada é depois usada como isco, para apanhar peixes maiores.

 

Leave a Reply